Assine o Feed

domingo, 6 de dezembro de 2009

J-Music: Ayumi Hamasaki - Arena Tour 09

por Julian Tuck (colaborador)

Ano vai e vem, e Ayumi Hamasaki, uma das J Singers favoritas do país dos olhos puxados, acalenta seus poderosos rituais de lançar uma grande turnê no final de cada anuário, com os sucessos e faixas de seus mais recentes álbuns.


O Arena Tour 09 não pode ser considerado o melhor da diva, mas é digno de entrar pra lista dos shows mais bem produzidos da história da cantora.
Quem sabe por humildade da própria cantora as apresentações deste ano foram mais simplórias, ao contrário do que tivemos em 2008 com pitadas exageradas de efeitos especiais, e até um carrossel com Ayumi em forma de boneca cantando Marionette. Neste ano conferimos uma Ayumi mais simplória, apelando mais pra emoção que pro "encher os olhos com brilho e explosões".

Sem mais delongas, vamos discorrer, tópico por tópico, do que saiu da voz de Ayumi, no show maioral de sua carreira em 2009.

No palco temos a escuridão característica e o suspense clássicos dos shows da moça, ao que repentinamente uma horda de imagens brotam do telão com a intro Pieces of Seven.

Fico um pouco indignado com a falta de emoção com que o povo japonês recebe a abertura do único show master de uma das cantoras mais fodas no Japão. Quem sabe faça parte da própria cultura japonesa não receber de braços tão abertos e com tanto orgasmo artistas consagrados que conquistam nossos ouvidos com doce música, mas, ainda assim, acho que devia ter mais esfregação, gritos e potência do público aclamando a cantora. Ponto positivo pra nós, brazucas neste sentido.
Eis que uma horda de dançarinos surgem no palco com guardachuvas brancos, banhados pela tema de Dragon Ball: The Movie, Rule.

Rule

Luzes esverdeadas tomam conta do palco e uma Ayumi animada, com um collant preto, imitando o do vídeo surge recitando os versos iniciais do sucesso, contornada pelos gritos nipônicos desesperados.

Para pegar carona no hit, Ayu emenda a potente Unite!, ainda com o mesmo vestuário. Uma curiosidade é que já é tradição de Ayu cantar duas músicas utilizando a mesma roupa, geralmente músicas com sons semelhantes do mesmo álbum.

Feita a abertura com as duas músicas, é a vez do segundo prólogo. Disco-munication invade o palco e o grande telão mostra um game coloridíssimo, no maior estilo Mario Bross, com as próprias dançarinas e dançarinos de Ayu sendo os protagonistas.

Para dar efeito de como se eles tivessem acabado de sair do telão, começa um dos melhores momentos do show em minha opinião, com a animadíssima EnergizE. Seguida pelo sucesso Sunrise ~LOVE is ALL~, com direito a paquitas e pompons no maior calibre Xuxa de ser.

Sunrise~LoveisAll

(Ayumi adora pagar uma de Xuxa e animar o povo japonês. Me pego a pensar o estrago que a Xuxa faria se fosse mais divulgada no Japão e.... bom, melhor voltar ao show).

Load of the SHUGYO é tocada, enquanto na tela vemos Ayumi numa versão mulher decidida, para dar início aos momentos anos 60 do show. A cantora abusa de trajes clássicos e rituais de danças de cadeiras estilo Pubs da época citada em LOVE 'n' HATE e identity. É uma pena que Hamasaki não use de músicas de cd's anteriores, para compor os seus Arena Tours. Raríssimas são as excessões, como Dearest no A Tour 2008, porquê My Name is Woman e Bold and delicious se encaixariam perfeitamente pra este momento do show.

In The Corner introduz à um dos momentos clímax da apresentação.
Eis que Ayumi surge com um lindo vestido branco e contas diamantadas ao redor dos braços, enquanto recita os poemas iniciais da lindíssima HOPE or PAIN, acompanhada por um casal de bailarinos que simulam um romance impossível, dependendo do ponto de vista.

Green

A aclamada GREEN, sucesso dos Charts, faz parte dessa apresentação. Um cenário verde-musgo fluorescente surge, englobando o casal dramático, enquanto a cantora entoa o sucesso.

Os mais chorões se derretem com o momento que acompanha essa batelada de sucessos. É a hora de Ayumi surgir em uma pilastra que gira em torno do palco com seu bailarino-mór (sim, eles devem ter um caso), cantando a balada do Natal passado Days. É impressionante o modo como ela se emociona de verdade com essa música e, ao longo dela, percebe-se a mudança tonal na voz da cantora, que oscila entre o choro e a quase falta de voz de tanta tristeza.

Evolution se inicia. Quem sabe para limpar o ar da melancolia que Days deixou. E com ela, SIGNAL grudadinha. Será que Ayumi andou dando uma passeada em sites brasileiros e buscou "carnaval" no Google? Porque os trajes nos levam justamente à essa suposição. Em certos momentos, ela parece um globo de danceteria ambulante, rebolando os 4 cantos do palco.

Momentos Matrix procedem, luzes psicodélicas se movimentam na tela cinemática de lados pra outros. Muita música eletrônica e uma invasão de dançarinos com roupas psicodélicas desenvolvem a ótima Rollin'.

O ponto mais negativo do show vem agora.

Sparkle

O que era pra ser a melhor de todas as apresentações, pois a potência do hit grita e exige por isso, acabou se tornando uma música coadjuvante de Rollin'. Triste pesar pra Sparkle, que não teve nem troca de figurino. Só vale pelas caras que Ayumi faz, safadamente safadas. Sim a redundância é proposital. Assistem e concordem.

O final se aproxima, e um grande e lindo céu nos engloba pra dentro da arena. Bridge to the sky é a ponte pro Gran'Finalle, nem tão grande assim.

Com tanta escolha excelente pra finalizar o show, é quase impossível de entender o porquê de Next Level para o desfecho.
Em contrapartida da péssima escolha, a apresentação é uma das melhores de todo o show. Ayumi traja uma roupa totalmente branca, muito "anonovo-girl", e um chapéu cravejado de brilhantes.

Next Level

A grande escadaria finalmente ganha destaque, e a brincadeira com o nome da música Next Level não poderia ser mais criativa. A cada verso da música a cantora sobe um lance à mais da grande escadaria luminosa. Ao final, uma cadeira glamourosa à espera pela cantora, que, ao sentar-se, é elevada metros acima do palco, ainda recitando a canção.

O Arena Tour 2009 chega ao fim, com uma saraivada de japoneses com leques grandes, plumosos e brilhantes dançando em torno do palco.

Ayumi se despede sorridente e nos verá "again" no A Tour de 2010, com novos sucessos e efeitos ainda mais psicodélicos.


Setlist:
01. Pieces of SEVEN
02. Rule
03. UNITE!
04. Disco-munication
05. EnergizE
06. Sunrise ~LOVE is ALL~
07. Load of the SHUGYO
08. LOVE 'n' HATE
09. identity
10. In The Corner
11. HOPE or PAIN
12. GREEN
13. Days
14. evolution
15. SIGNAL
16. rollin'
17. Sparkle
18. Bridge to the sky
19. NEXT LEVEL

Confira alguns vídeos dos momentos mais marcantes da apresentação:

Days


Sunrise ~LOVE is ALL~


Rule e UNITE!
Share this post
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

0 comentários

:) :-) :)) =)) :( :-( :(( :d :-d @-) :p :o :>) (o) [-( :-? (p) :-s (m) 8-) :-t :-b b-( :-# =p~ :-$ (b) (f) x-) (k) (h) (c) cheer

 
© Kotatsu Shinbun
Designed by BlogThietKe Cooperated with Duy Pham
Released under Creative Commons 3.0 CC BY-NC 3.0
Posts RSSComments RSS
Back to top