Assine o Feed

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

J-Music: Os shows de fim de ano

por Leandro Nisishima (Equipe KS)


Para os fanáticos por Jpop o fim de ano é sempre um período de festas. E isso envolve não somente as comemorações do natal e virada do ano, como também a exibição do tradicional Kouhaku Utagassen e do badalado Music Station Super Live. Esse ano, o primeiro ocorreu no dia 31 de dezembro, próximo a virada do ano. Já o Music Station aconteceu no dia 22 de dezembro. Entre as semelhanças entre eles podemos destacar o enfoque dado a cantores/cantoras e bandas do mercado pop japonês.

Contudo, o Kouhaku tem um apelo mais voltado a família, com a presença de cantores atuais de Jpop e antigos da música Enka. Por sua vez, o Music Station é totalmente voltado aos jovens, com a presença dos mais renomados artistas do showbiz japonês. Independente disso, ambos são shows badalados e procurados pelos amantes de Jpop, e para marcar a estréia dessa seção no Kotatsu Shinbum nada como falar de ambos os shows.


Music Station Super Live 2008
Como de costume, o Music Station desse ano aconteceu novamente no Makuhari Messe, em Tóquio. O local é um tradicional centro de convenções da cidade, que entre outros eventos abriga também a Tokyo Game Show e a Tokyo Anime Fair. O evento é exibido ao vivo e pela televisão pelo canal TV Asahi, mais ou menos às 8 da noite, no horário japonês. O Music Station acontece desde 1986, e reúne num programa de 4 horas, os mais atuais e conhecidos artistas musicais do Japão e alguns de outro países.


Diferente do Kouhaku, o Music Station não tem divisão de equipes, os cantores e cantoras simplesmente sobem no palco e cantam alguma das suas músicas (geralmente a mais atual). Há um clima mais "harmônico". Nesse ano o evento trouxe algumas surpresas, como a ausência de grandes estrelas como Ayumi Hamasaki e BoA. A tradicional banda Every Little Thing também esteve ausente, prova que o mercado musical japonês está sempre em constante transformação.


Entre as mais novas, outros nomes fortes que estiveram ausentes foram Ueto Aya e YUI, duas estrelas quase sempre convidadas para o show. De qualquer forma, o Music Station ainda apresentou diversas novidades. Entre as bandas que se consolidam cada vez mais no mercado japonês temos o Ikimonogakari, o Aqua Timez e a cantora Ayaka. Os três começaram a cantar recentemente. O Ikimonogakari é conhecido pelo grande hit "SAKURA", que foi o single de debut da banda. Como o próprio nome diz, a canção tem ligação com a flor símbolo do Japão. Já o Aqua Timez está a mais tempo no mercado, e tem um estilo musical lento, um tanto romântico e melodramático. Por fim, Ayaka é uma cantora conhecida pela sua voz forte e tocante. O seu single de estréia "I Believe" foi um sucesso instantâneo e é até hoje considerada uma das suas melhores composições.




Além dessas bandas, o Music Station apresentou pela primeira vez alguns dos novos nomes do mercado japonês, como foram os casos do GIRL NEXT DOOR, Superfly, Nakagawa Shoko, Perfume, entre outros. Um detalhe curioso é que parte do sucesso da cantora Nakagawa Shoko provém do seu blog na internet. No Japão é dito que um em cada três japoneses possui uma página pessoal, sendo que o da cantora é uma das páginas mais visitadas do arquipélago. Em seu site ela fala sobretudo de beleza. E entre essas bandas mencionadas, talvez a de maior sucesso atualmente seja a Perfume. Aparentemente, um grupo de garotas dançarinas e músicas num ritmo eletrônico não são grande coisa, mas por algum motivo as composições da banda acabam viciando. Em parte isso se deve a coreografia bem sincronizada com a música e o tom de voz de cada integrante do grupo.



E como não poderia deixar de ser, o Music Station também trouxe alguns dos antigos artistas, que continuam com o sucesso em alta. Aqui temos uma lista de nomes fortes, como aiko, Arashi, TOKIO, Mika Nakashima, V6, SMAP, Kinki Kids, Orange Range, NEWS e GLAY. Enfim, foi um show para fã nenhum botar defeito.


59th Kouhaku Utagassen
O mais tradicional evento musical do Japão aconteceu no dia 31 de dezembro, bem perto da virada do ano. Esse ano a vitória ficou novamente com o Shirogumi (equipe branca). O evento aconteceu novamente nos estúdios do próprio NHK, um dos canais mais conhecidos e tradicionais do Japão. Assim como o Music Station o show teve quatro horas de duração, porém diferente desse, o Kouhaku Utagassen apresentou um clima maior de competição e atrações variadas.

Como de costume, o show dividiu os convidados em duas equipes, o Shirogumi (equipe branca) e o Akagumi (equipe vermelha), que são respectivamente representados pelos homens e mulheres. Para avaliar a performance de cada um deles, o programa convidou uma série de juízes, que acompanhavam cada apresentação e no final ajudavam a escolher o time vencedor.


E além da competição o Kouhaku é conhecido por apresentar algumas atrações diversificadas. Nesse ano teve uma homenagem ao diretor Hayao Miyazaki, um dos mestres da animação japonesa. O programa fez um cronograma de várias das suas obras, que tiveram músicas interpretadas por cantores de renome, como é o caso da vocalista do Ikimonogakari, Kiyoe Yoshioka.




Além de outras homenagens a dramas, atletas das olimpíadas de Pequim, o maior destaque foi certamente o fato de o programa ter se lembrado dos 100 anos de imigração japonesa no Brasil. Alguns integrantes do canal vieram exclusivamente para o Brasil e fizeram uma cobertura especial de um matsuri que estava acontecendo no bairro de Liberdade. A repórter mostrou partes dessa festividade, entrevistou alguns imigrantes, mencionou a presença e convívio entre japoneses e brasileiros, fez uma chamada ao próprio Kouhaku (que estava sendo assistido pelos imigrantes) e tudo isso com direito a um "Bom Dia" logo no começo da transmissão.


Isso sem falar que no próprio programa a banda Ganga Zumba cantou duas músicas: Ashiato no Nai, composta especialmente em homenagem ao Centenário, e Shima Uta, uma das mais famosas músicas do cantor Kazufumi Miyazawa, integrante da banda.


De resto, o Kouhaku foi um prato cheio para o fãs de Jpop e Enka. No lado Enka, novidades dificilmente aparecem, e esse foi o caso nessa recente edição do Kouhaku. Pelo lado dos artistas Jpop, se a maioria ficou triste com a ausência de Ayumi Hamasaki, a rainha do Jpop, no Music Station, o Kouhaku já começou da melhor forma possível, com a primeira apresentação do show sendo reservada justamente para ela.



Contudo, entre as artistas ausentes no Music Station, apenas ela apareceu. Os outros estiveram ausentes, o que é realmente uma pena. A maioria das outras apresentações já havia acontecido no outro evento, com apenas algumas diferenças. Cantoras como Ayaka e o grupo dançante Perfume, cantaram exatamente as mesmas músicas. Outros como o Ikimonogakari e aiko interpretaram outras canções.


Na parte de Jpop, de um modo geral o evento pouco acrescentou ao Music Station, apenas com uma Ayumi Hamasaki aqui, uma Angela Aki ali, e nada mais. Mesmo assim, para quem não está acostumado ou ficou desatualizado (como é o caso da pessoa que está escrevendo essa matéria), assistir os dois programas e ver quase os mesmos artistas ajuda a assimilar as tendências e sucesso do concorrido showbiz japonês.

E a equipe vencedora foi Shirogumi (homens).
Share this post
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

0 comentários

:) :-) :)) =)) :( :-( :(( :d :-d @-) :p :o :>) (o) [-( :-? (p) :-s (m) 8-) :-t :-b b-( :-# =p~ :-$ (b) (f) x-) (k) (h) (c) cheer

 
© Kotatsu Shinbun
Designed by BlogThietKe Cooperated with Duy Pham
Released under Creative Commons 3.0 CC BY-NC 3.0
Posts RSSComments RSS
Back to top