Assine o Feed

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Review 2: Kanon 2006



Leandro Nisishima


Kanon2006 começa bem parecido ao original: as semelhanças param por aí...

Kanon2006 é baseado no game de mesmo nome lançado lá no "longínquo" ano 2000. Quando uma pequena produtora de visual novels chamada Key havia acabado de se formar. O game acabou sendo um sucesso e rendeu uma conversão animada em 2002, produzida pelo Toei Animation. Embora mantivesse a qualidade do game, essa primeira versão acabou não sendo tão aceita e glorificada pela rede. Tal fato seria corrigido em 2006, com a chegada da versão produzida pelo Kyoto Animation, que ficou conhecido por refazer as obras da Key e elevá-las a um novo nível em relação às conversões do Toei. Foi assim com Air, Kanon e recentemente Clannad.

Kanon2006 segue quase todos os passos da história original, mas apresenta um character design atualizado e dentro da época em que estreou. Nessa segunda obra do Kyoto Animation com jogos da Key, os traços têm uma quantidade de brilho menor do que a de Air TV, e mais presente daquilo que foi mostrado em Clannad. Pode-se dizer que Kanon é um meio termo entre os outros dois títulos nesse quesito. Essa combinação de traços e iluminação gerou um resultado muito bom, sendo que artisticamente é o anime mais belo dos três e aquele que possui os "elementos de animação" usados de forma mais consistente e equilibrada.

Na parte sonora, diferente do Toei, o Kyoto Animation usou a trilha original do game, não reinventando as músicas da forma como aconteceu no antecessor. Até mesmo a opening foi tirada do jogo. Mesmo parecendo uma simples cópia e preguiça do estúdio, a decisão foi a mais coerente, pois a trilha sonora original é de longe um dos trabalhos mais primorosos do estúdio, talvez abaixo apenas de Clannad. A única faixa incluída nessa versão é a música Kanon, de Johann Pachelbel, mas de resto continua o mesmo.

E falando na canção desse grande compositor, muitos acreditam que o enredo de Kanon e a maneira como a história progride foram inspiradas na composição dele. De fato, o remake feito pelo Kyoto Animation consegue passar parte dessa impressão, além de confirmar essas suspeitas no episódio 14, no arco reservado a personagem Kurata Sayuri. Diferente de Clannad, onde cada arco se concentra quase que exclusivamente numa personagem, em Kanon, a maioria dos arcos vai se desenvolvendo em paralelo. Detalhes são liberados aos poucos, e mesmo parecendo que o cotidiano de cada personagem é o mesmo em todos os episódios, com o passar dele vemos tudo isso se transformando e virando uma historia plena e cheia de sensibilidade, tal como a música em questão.

Esse esquema de arcos segue o padrão de outros animes inspirados em visual novels. Ao todo temos 5 arcos, a saber: Makoto, Shiori, Ayu, Nayuki e Mai. Cada um deles aborda um tipo diferente de história, variando entre contos "mitológicos" (Makoto), simbólicos (Mai e Ayu) e reais (Shiori e Nayuki). Nesse meio temos alguns personagens e sub-arcos importantes na história, como é o caso da presença de Kaori (no arco da Shiori), o arco da Sayuri (no meio da história da Mai) e Amano (no arco da Makoto). O que não muda em nenhum deles é o foco no tema principal de Kanon, que são os milagres.

Diferente de Air TV, o enredo de Kanon carrega uma carga emocional aparentemente triste, mas é algo bem menos melodramático e com um fundo esperançoso e onde boa parte das histórias acaba bem. Além disso, há uma presença maior de comédia, com piadas criativas e originais, de um Yuichi bem diferente do apresentado pela versão do Toei. Não somente visualmente, como em termos de personalidade. Yuichi não é mais aquele rapaz bonzinho e "morto". Ele tem papel ativo na história e tem um senso de humor apurado, semelhante ao de Kyon em Suzumiya Haruhi, sendo apenas menos sarcástico.

Ainda em relação ao enredo, o interessante nessa temática de milagres e aquilo que faz Kanon ter um enredo mais amarrado do que todas as outras obras da Key e mesmo entre as visual novels é a progressão da história, que mesmo contando com arcos isolados, todos acabam se juntando no final e são importantes de uma forma ou outra para a história. Cada um deles relembra uma memória perdida do protagonista Aizawa Yuichi, além de adicionar novos fatos comuns a quem se muda para um novo lugar, como acontece no arco da Shiori e no sub-arco da Sayuri.

Em resumo, Kanon2006 é a combinação na medida certa entre comédia, drama e um pouco de romance. Novamente é um ponto intermediário entre Air TV e Clannad. O primeiro está mais focado no drama, enquanto o segundo começa como uma história mais cômica e só aos poucos desenvolve carga dramática. Kanon2006 tem uma face mais equilibrada, além de um enredo bem costurado e ausente de grandes polêmicas quanto a seu final (a menos no remake). A carga emocional no final é menor do que a de Air TV e em partes de Clannad ~After Story~, ainda assim no "combinado" geral supera os dois por não precisar exagerar em nenhum ponto específico, o que acaba tornando-o uma experiência mais agradável e marcante para quem gosta de ver fatos acontecendo de forma "natural".


Ayu e Yuichi 7 anos antes da história começar...

NOTA FINAL: 9,0 - Não se deixe enganar pela versão do Toei, pois Kanon é uma grande obra-prima tanto quanto qualquer outra obra da Key, como entre outros animes de drama.

Carlírio Neto

"Um anime que já é considerado um clássico, com uma estória
envolvente e personagens mais do que carismáticos..."


Sawatari Makoto: seu arco é um dos mais chamativos do anime.

Existem animes que marcam quem os assiste, de formas únicas e até sentimentais. Não há exagero algum nesta frase, uma vez que o título em questão é um destes raros exemplos de animes. Sim, pois Kanon2006 tende à prender a sua atenção do início ao fim do anime, onde todos os arcos interligam-se harmoniosamente entre si, proporcionando um grande espetáculo.

Neste anime, magia e sentimentos se misturam, onde ficção e realidade andam lado a lado em plena harmonia. Como se faz presumir, há vários momentos de drama ( o ponto forte do anime ), humor e romance, mas cada uma destas características lançadas em dosagens certeiras e nem um pouco apelativas.

Esteja convidado à conhecer a nova vida do jovem Yuichi, que passa à viver em uma cidade do norte japonês, na casa de sua prima Nayuki e de sua tia Akiko. Após longos sete anos, o rapaz voltou à pisar na cidade que lhe deu muitas alegrias, mas também uma grande tristeza. Tristeza esta que o próprio Yuichi "esqueceu" com o tempo, adotando uma "fantasia" para seguir em frente.

Pouco à pouco, a memória do Yuichi sobre os acontecimentos nesta cidade é recobrada. Em cada arco, dedicado à uma das personagens principais, se nota uma clara ligação do Yuichi com cada das garotas, seja na época de infância ( casos da Ayu, da Makoto, da Mai e da Nayuki ) ou então de forma mais recente ( caso da Shiori ). Tendo um comportamento bem normal, mas com um lado sarcástico muito forte e um lado sério bem presente, o Yuichi se vê às voltas com situações que colocam praticamente "o todo" de sua infância em xeque.

Há momentos em que certamente você gostará de tentar ajudar o Yuichi de alguma forma, da mesma forma que haverão outros momentos em que você gostará de esganá-lo em virtude de certas ações. E cada um arcos dedicados às protagonistas é repleto de momentos felizes e tristes, onde o anime acaba sobressaindo-se com maestria em todos eles.

O título Kanon2006 remete à uma versão remake do anime original. A Toei Animation foi a responsável pela versão original, lançada em 2002, que contava com apenas treze episódios e uma arte visual apenas na média, mesmo em comparação com outros títulos da época. No remake, o anime teve uma considerável adição no número de episódios ( o que auxilia bastante na apresentação dos arcos ), estando esta versão à cargo da Kyoto Animation, que mostrou toda a sua competência na parte visual e sonora do anime.

Como uma obra que leva o selo de qualidade da Key ( tal como Air e Clannad ), e sendo regido pela não menos competente Kyoto Animation, o anime Kanon2006 lança vários convites para você: emocione-se, alegre-se e divirta-se!

Misaka Shiori: educada e gentil.

NOTA: 10,0 - Este anime já tem o selo de clássico estampado, quase obrigatório para quem gosta do gênero drama.

Thiago3T

"Um estória emocionante, com a certa dose de drama e comédia."

Yuuchi na casa de sua tia, Akiko, com sua prima, Nayuki.

Quando se fala em Kanon, logo vem a comparação das versões 2002, feita pela Toei, e 2006, pela Kyoto Animation, sendo esta o review exposto. E também em relação a Air e Clannad, sendo que os jogos e animes feitos pela mesma produtora, Key Visual Art's. Mas esse não é o objetivo da review, embora que seja impossível não relacionar as outras duas obras, tão impactantes quanto Kanon2006.

Yuuchi Aizawa é o protagonista do anime. Ele retorna para a cidade para morar na casa de sua tia, Aikiko, sete anos depois de sua última visita. Quando criança, costumava ir para lá durantes as férias, onde conheceu a maioria das heroínas. Porém um acontecimento causa um trauma enorme, e faz com que Yuuchi esqueça daquela época.

Agora, de volta, ele irá (re)encontrar cinco garotas: Ayu Tsukimia, Nayuki Minae, Makoto Sawatari, Mai Kawasumi e Shiori Misaka. Somente Shiori que ele conhece pela primeira vez.

E a perda de memória não envolve apenas Yuuchi. Todas as garotas com que se envolve tem alguma lembrança esquecida, não deseja lembrar, ou simplesmente tenta ignorar. Esse é um dos temas no anime. Outro tema, sendo o principal, é o milagre e em poder acreditar nele.

O anime têm um jeito de se triste, com drama pendurando durante a trama. Mas se engana que é somente assim durante os episódios. A comédia está bem presente. Seja na ações das garotas, ou com Yuuchi provocando as mesmas, ou em pequenas situações, o que rende boas risadas. E boa parte são baseados nos diálogos, o que prefiro.

A ligação entre os arcos é interessante, pois não é do estilo de acaba um e começa outro. As tramas acontecem paralelamente, sendo que as revelações aparecem aos poucos. E o melhor, sem que você se sinta perdido. Os personagens se relacionam de maneira natural e os coadjuvantes têm seu destaque em cada arco, o que faz você ter interesse além dos principais. Bons exemplos são Sayuri, Kaori e Mishio. Nisso, Kanon2006 ganha de Clannad. Acredito que o melhor exemplo em Clannad é Kotomi. Depois de seu arco acontecer, ela vira praticamente uma coadjuvante no resto do anime.

Momento de tensão em um dos arcos do anime.

Depois da estória, os personagens se assemelham muito a Clannad. As personalidades e desenvolver da trama fazem muito a lembrar as duas obras. A caratcerística marcantes está na "onomatopéias" que as garotas falam. "Uguu", "Auu", "Nyuu", "Ahaha" fazem qualquer um reconhecer de qual personagem pertence. Entre dubladores, a presença de Yui Horie (Ayu) e Tomokazu Sugita (Yuuchi) nos papéis dos heróis já valem a pena. Para mim, são dois dos melhores seyius.

O forte de Sugita é trabalhar com personagens com certo humor, sendo sarcásticos até certo ponto. Kyon (Suzumiya) e Rin Tsuchimi (Shuffle!) são outros bons exemplos. Mas com Yuuchi é melhor apresentado. Ele não perde uma chance de tirar sarro das garotas, mas sem apelar para o fanservice ou moe. Outros seiyus conhecidos em Kanon2006 são Yukari Tamura (Mai) e Maaka Sakamoto (Mishio).

Os traços são o forte do anime. O que me chamou foi as expressões do olhos dos personagens, são muito marcantes. Também o cenário e efeitos são acima da média, sendo o princpal de Kanon2006 ser uma das obras-priimas da KyoAni.

As músicas fazem muito bem a função de acompanhar a trama, e as situações cômicas e drama.

Kanon2006 não fez eu chorar (emo!) como em Clannad. Talvez por já estar melhor preparado em assistir o anime. Mas a estória é linda e emocionante, com ótimos personagens e traços primorosos. Uma grande obra da Kyoto Animation para ver.

Yuuchi não perde uma chance...

NOTAS:

Traço: 4,7 - Traços lindos e perfeitos da KyoAni;
Estória: 5,0 - os arcos bem construídos e relacionados, sendo um dos melhores enredos;
Música e efeitos sonoros: 4,5 - encaixa perfeitamente na trama;
Personagens: 4,8 - carismáticos, onde todos tem sua vez de aparecer e serem atuantes nos episódios;
Conjunto: 5,0 - traços, estória e personagens que encaixam perfeitamente.

NOTA FINAL: 4,7/5.0 - uma obra-prima da KyoAni. Obrigação para todos assistirem.

*****

Personagens


Yuichi Aizawa


Ayu Tsukimiya


Nayuki Minasa


Makoto Sawatari


Mai Kawasaumi


Shiroi Misaka


Akiko Minase


Sayuri Kurata


Kaori Misaka


Mishio Amano


Jun Kitagawa


Piro


*****

Bônus:


"Uguu..."


Share this post
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

0 comentários

:) :-) :)) =)) :( :-( :(( :d :-d @-) :p :o :>) (o) [-( :-? (p) :-s (m) 8-) :-t :-b b-( :-# =p~ :-$ (b) (f) x-) (k) (h) (c) cheer

 
© Kotatsu Shinbun
Designed by BlogThietKe Cooperated with Duy Pham
Released under Creative Commons 3.0 CC BY-NC 3.0
Posts RSSComments RSS
Back to top