Assine o Feed

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Review 3: Byousoku 5 Centimeter



Leandro Nisishima


Akari cenas antes de se despedir de Takaki...

Byousoku 5 Centimeter é o segundo anime de Makoto Shinkai a ser produzido com o auxílio de um grande estúdio. Digo auxílio, pois embora normalmente um estúdio ajude o produtor em diversos pontos, no caso de Shinkai isso se mostra pouco presente. Como prova, podemos usar o exemplo de Hoshi no Koe, um pequeno curta-metragem de 25 minutos e considerado a primeira obra de Shinkai. Esse filme foi produzido inteiramente pelo diretor, desde o roteiro, passando pela animação e até mesmo a dublagem (que na primeira versão contou com a voz dele e da sua esposa). Não por menos, Shinkai é considerado o "estúdio de um homem só".

Como todo aspirante a grande diretor é notável o quanto ele amadurece a cada obra que se passa, e Byousoku 5 Centimeter é uma prova disso, embora Hoshi no Koe ainda seja considerada a sua grande obra-prima pela maior parte dos sites especializados em anime. Ainda assim, Byousoku 5 Centimeter conta com suas próprias particularidades e pontos exclusivos. Diferente tanto de Kumo no Mukou, quanto Hoshi no Koe, Byousoku 5 Centimeter é uma história dividida em três partes.

Cada uma delas aborda um momento diferente da vida de Takaki Toono, começando desde a sua infância até a chegada da fase adulta. Takaki é um jovem como outro qualquer, e quando digo isso, não tem nada a ver com a clássica descrição do típico protagonista de romances escolares voltados ao ecchi e harém. Muito embora Byousoku 5 Centimeter seja um romance, há uma carga de drama forte no anime, mas que é mostrado de forma sutil e sem apelar demais para sentimentalismos exagerados.

Aqui os amigos de infância Takaki e Akari não se reencontrarão depois de algum tempo, pelo contrário, a história se foca justamente na separação deles ainda quando pequenos e o progressivo afastamento dos dois nas fases seguintes da vida. Há um forte conteúdo de realidade no filme, e, diga-se de passagem, esse é o grande ponto forte dele. Takaki e Akari são duas pessoas que vivem a própria realidade que os cerca, e apresentam todas as limitações de qualquer ser humano. A distância é uma barreira que não pode ser só quebrada pela vontade de ambos, e isso é claro só de ver o quanto sofrem nos primeiros meses de separação.

Mesmo quando chegam a adolescência (e a partir daí só o ponto de vista de Takaki é enfocado) fica nítido que mesmo se lembrando e querendo se reencontrar com Akari, para Takaki não basta simplesmente largar tudo e seguir a garota. Talvez ele até queira, mas não o faz tanto por relutância própria, quanto pelo fato de que simplesmente não é fácil largar a vida "confortável" que vive e seguir para um lugar desconhecido de forma imprudente como fizera "parcialmente" na infância.

Nessa metade da história o espectador é introduzido a terceira protagonista Kanae Sumita. E antes que alguém possa pensar, não há o típico triângulo amoroso em Byousoku 5 Centimeter, até por que Kanae nunca sequer encontrou Akari, além do fato de que Tono demonstrará bastante indiferença em relação a garota, embora seja gentil com ela. Em resumo, a partir de um começo aparentemente clichê e com situações que certamente seriam usadas dessa forma por outros animes, Byousoku 5 Centimeter dá um "chute" nesses velhos roteiros manjados e constrói o seu próprio caminho.

É um romance e drama cheio de sutilezas e tudo isso orquestrado com uma das partes técnicas mais lindas vistas em animes nos últimos anos. Em primeiro lugar é difícil descrever esse longa metragem apenas com a palavra bonito. Shinkai é um perfeccionista por natureza e isso era nítido desde o seu primeiro filme, Hoshi no Koe. Em Byousoku 5 Centimeter temos uma beleza ainda maior do que a encontrada anteriormente nas obras do diretor. Cada detalhe do cenário recebeu cuidado exclusivo.

Nada no cenário é desperdiçado ou mal animado. Os efeitos de luz nos faróis dos carros, a queda da pétala de cerejeira numa poça d'água, o reflexo do sol nas janelas de prédios e trens, a luz do sol entrando na sala de aula, o amanhecer, o exuberante céu, todos representam bem o que acabei de dizer. Além disso, a trilha sonora feita pelo Tenmon novamente é primorosa e se sai bem em todos os momentos chaves do filme, até mais do que em Kumo no Mukou, Yakusoku no Basho que contava com uma grande trilha sonora.

Por fim, nunca é demais lembrar da canção de encerramento "One More Time, One More Chance". Diferente do tradicional, Shinkai não escolheu simplesmente um sucesso musical do momento e colocou no seu filme para gerar propaganda. Isso tanto é verdade que a música escolhida está defasada dez anos em relação ao filme, mas a letra combina tanto com a obra que é quase como dizer que Shinkai criou Byousoku 5 Centimeter se inspirando nessa canção. Enfim, é um título para se assistir e apreciar e uma verdadeira obra-prima da animação japonesa, não devendo nada aos grandes clássicos de Hayao Miyazaki, Masamune Shirou e Mamoru Oshii.


Kanae será a "presença" mais marcante na adolescência de Takaki.

NOTA FINAL: 10,0 - Filme não somente imperdível para os fãs de Shinkai, como para qualquer bom apreciador de animes. Esse é um título que não pode deixar de ser visto, da mesma forma que as pérolas de diretores como Miyazaki, Masamune, Mamoru, entre outros.

Carlírio Neto

"O universo da animação japonesa
sendo elevado à um novo nível..."


Momento de romance em Byousoku 5 Centimeter...

Quando você se depara com um anime tão bem produzido e cuidadosamente trabalhado, dificilmente você não irá rotulá-lo como uma obra-prima. Existem muitos títulos que seguem tal linha de raciocínio mas, mesmo neste grupo, poucos tem aquilo que pode ser mencionado como "o" destaque. Felizmente, Byousoku 5 Centimeter carrega tal primazia, e se mostra merecedor da mesma com certa tranqüilidade.

Esta obra pode ser considerada como o maior trabalho feito por Makoto Shinkai, um verdadeiro mestre na arte da animação. Seus trabalhos anteriores ( à saber: Hoishi no Koe e Kumo no Mukou, Yakusoku no Basho ) são provas disso e, muito embora estes títulos tenham mostrado uma dose de qualidade impressionante ( especialmente o segundo ), tudo acabou sendo elevado à um novo nível com Byousoku 5 Centimeter.

Sinta-se convidado à assistir três estórias, que se ligam e se completam de forma harmoniosa. Não que a estória no geral seja tão harmoniosa, mas sim pelo fato de suas ligações serem diretas, mostrando algo que pode ser melhor entendido como uma divisão em três partes, que ao final geram o produto da obra: a infância, a adolescência e o mundo adulto.

O jovem Takaki Tohno é o protagonista central. Na infância, ele tinha uma grande amizade com a jovem Akari Shinohara. O forte sentimento entre os dois, notórios desde as épocas mais inocentes, sofreu um baque com a mudança de Tohno que, anos mais tarde, encontrou-se com a Akari, naquele que foi o primeiro real encontro amorosos dos dois. Os dois seguiram rumos diferentes...

No interior do Japão, Tohno passou à desenhar o seu futuro, onde almejava uma universidade em Tóquio. Porém, uma garota de nome Kanae Sumita mostrou ter um forte sentimento pelo rapaz. Sentimento este sempre contido pela timidez da jovem, e pelo medo que a mesma possuía em falhar na sua empreitada. Anseios e sonhos diferentes aqui se misturam, e novamente novos caminhos são trilhados...

E Tohno passou à viver em Tóquio, porém de forma amargurada, e um tanto quanto sem sentido. Um casamento que perdeu seu real brilho, e seus sentimentos da infância ainda escondidos dentro de si, remetam o rapaz para um presente inseguro e um futuro incerto. Terá sido o tempo o culpado de tudo!?

Os gráficos do anime são um exemplo de perfeição, onde poucos são os títulos que podem igualá-lo ou, talvez, chegar próximo de tal nível ( pode ser o caso de Ef - A Tale of Memories/Melodies ). Os efeitos sonoros cooperam vividamente com a apresentação visual do anime, onde o sopro do vento e o barulho dos insetos em uma típica tarde do interior japonês parecem ressoar na mente de quem assiste este anime...

O tema de central pode ser considerado um clássico ( a música "One More Time, One More Chance" ). Unindo a estória, os personagens ( ricos na aproximação com a realidade ), e a apresentação visual do anime, Byousoku 5 Centimeter pode ser considerado um verdadeiro colírio para os olhos de quem procura qualidade. Lê-se qualidade aplicando-se: estória, personagens, traços e sons.

Este é, sem dúvidas, um novo nível dentro do universo da animação japonesa...

Sumita e Tohno: uma singela e carismática estória...

NOTA: 9,5 - Makoto Shinkai fazendo escola, com um trabalho digno de premiações e do rótulo de clássico.
Share this post
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

0 comentários

:) :-) :)) =)) :( :-( :(( :d :-d @-) :p :o :>) (o) [-( :-? (p) :-s (m) 8-) :-t :-b b-( :-# =p~ :-$ (b) (f) x-) (k) (h) (c) cheer

 
© Kotatsu Shinbun
Designed by BlogThietKe Cooperated with Duy Pham
Released under Creative Commons 3.0 CC BY-NC 3.0
Posts RSSComments RSS
Back to top