Assine o Feed

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Review #1: Toradora!

Prefácio - Reviews edição #2

Com um formato já consolidado, as reviews do KS seguem sendo analisadas por três avaliadores, sendo que cada um deles dá nota para cinco quesitos técnicos diferentes, que quando somados e divididos por cinco, resultam na nota final. A maior mudança nessa edição é que estaremos avaliando não dois, mas três animes diferentes, sendo que dois são recentes, enquanto o terceiro é mais antigo.

A review principal desta edição é do anime Toradora!, cuja estréia aconteceu na temporada de outubro. A série recebeu ótimos elogios no Japão, e mesmo entre o público otaku do ocidente acabou ganhando um relativo destaque. O segundo título é MUNTO ~Sora wo Miageru Shoujo no Hitomi ni Utsuru Sekai~. A obra de nome mais longa do Kyoto Animation é também a mais injustiçada do estúdio. Ele é o único anime a conta com um enredo original, produzido pelo próprio KyoAni, e apesar de alguns descuidos por parte da equipe técnica MUNTO guarda grandes surpresas.

Por fim, a última review do mês, e não menos especial, é do anime Elfen Lied. Incontestavelmente polêmico, a obra divide opiniões entre o público otaku, como qualquer anime com fortes elementos de violência. Sem perder tempo, vamos as avaliações.

Leandro Nisishima

"Com personagens carismáticos, Toradora! se destaca pela sua simplicidade e comédia. Pelo menos inicialmente."


Taiga após descobrir a besteira que fez.

Saído de uma light novel publicada na Dengeki Daioh, uma revista da editora Media Works, especializada no público otaku e na serialização de Light Novels, Toradora! é um dos títulos mais badalados da publicação ao lado de Gunslinger Girls, Shakugan no Shana, To Aru Majutsu no Index, entre outros. A chegada da versão animada foi recebida com muita alegria pelos japoneses, sobretudo por causa da presença do J.C.Staff, um dos estúdios de maior fama no Japão.

Antes de Toradora!, o J.C.Staff já havia produzido a versão animada de Shakugan no Shana, e ficou bem famoso por causa dessa obra. Curiosamente, em outubro de 2008 o estúdio trabalhou na produção de To Aru Majutsu no Index e Toradora!, dois dos atuais sucesso da Dengeki. Ambos foram bem recebidos pelo público, com uma vantagem para o segundo título. A versão animada de Toradora! carrega todos os aspectos positivos de uma animação do J.C.Staff, ótimos traços, elenco carismático, enredo simplório e um time de seiyuus que conta com Rie Kugimiya e Yui Horie, duas dubladoras muito ligadas ao estúdio. Por outro lado, reserva também as falhas de continuidade que tanto afetaram To Aru Majutsu no Index e o desenvolvimento nem sempre satisfatório de alguns personagens.

O enredo de Toradora! gira em torno de Takasu Ryuuji, um rapaz com cara de poucos amigos, que na maioria das vezes é confundido com um delinqüente. Embora se pareça com um, o garoto é na verdade uma boa pessoa. No começo de mais um ano letivo, Ryuuji tenta mudar de vida, até por que deseja se declarar para Kushieda Minori, a garota que tanto ama. Do outro lado da história, temos Aisaka Taiga, uma garota de estatura pequena, que é chamada na escola de "Tenori Taiga" (algo como "Tigre Portátil"). Ao contrário de Ryuuji que apenas tem a aparência de um delinqüente, Taiga tem um nítido lado rebelde, embora como toda personagem de Rie Kugimiya, a garota faça o tipo tsundere.

Apesar do seu lado rebelde, Taiga começa a história apaixonada por Kitamura, que nada mais é do que o melhor e único amigo de Ryuuji (isso no começo do anime). Na tentativa de se declarar para o garoto, Taiga coloca uma carta de amor na mochila de Kitamura. Ou pelo menos era isso que ela achava. Porém, a garota por engano colocou a referida carta na bolsa de Ryuuji. Obviamente não precisa ser gênio para saber o quanto Ryuuji se viu encrencado após Taiga descobrir o seu próprio erro. A garota passará a perseguir o nosso protagonista, embora com o tempo uma relação mais amigável entre os dois vá surgir.

Dito isso, fica fácil de saber quais os rumos o anime vai tomar mais para frente. O enredo passa longe de ser genial, além do óbvio desenvolvimento romântico entre Taiga e Ryuuji, em detrimento de Kitamura e "Minorin", surgirá também Kawashima Ami, uma garota aparentemente madura, que tem certa queda por Ryuuji. Porém, embora ela pareça apenas mais uma rival de Minori e Taiga, Ami será uma das personagens mais enigmáticas e que servirá como uma espécie de mediadora na relação entre Taiga, Minori e Ryuuji (o verdadeiro triângulo amoroso do anime), só que sem se envolver tão diretamente e dando conselhos um tanto quanto vagos.

Tenham medo. Muito medo!

No meio disso surgirão outros personagens que animarão a vida dos protagonistas ou adicionarão um fator drama maior na obra. Aliás, Toradora! é um anime um tanto quanto inconsistente, pois o começo deixa transparecer mais uma típica série de comédia, com personagens agitados e carismáticos (sobretudo Minorin), que no final toma um rumo totalmente diferente. Essa mudança de ambiente do meio para o fim pode afastar muita gente do anime, pois é repentina demais e é realizada de uma forma que deixa os protagonistas um pouco de lado, já que inicialmente essa fase começa com o arco de Kitamura, embora depois eles retomem aos seus devidos lugares.

Isso não tira o mérito de Toradora!, porém é preciso ressaltar que essa quebra de ambiente, somado ao enredo que lembra quase que em 100% o de Lovely Complex, acaba desmerecendo um pouco a obra. Como bem dito, o desenvolvimento dos personagens também não é dos melhores, até pelo fato de boa parte deles serem baseados num clichê comum. Seria aceitável se Toradora! ficasse preso apenas pelo lado da comédia (a qual representa muito bem), porém a medida que a série começou a seguir em direção ao drama, isso acabou afetando o resultado final. Talvez as maiores reviravoltas estejam pelo lado de Ami e Kitamura, que tem as suas personalidades contrariadas em seus respectivos momentos chaves, algo que acontece em menor escala com Taiga e se faz pouco presente em Ryuuji e Minorin. O que consiste um erro, já que os três personagens mais importantes da história, são também aqueles que menos causam impacto, pelo menos até os três últimos episódios finais.

Apesar de tudo, Toradora! é uma boa experiência cômica na primeira metade e um razoável drama/romance da metade para o fim. Embora a parte dramática não seja nada original, temos algumas boas cenas envolvendo a classe de Ryuuji, que rende momentos nostálgicos de juventude (se assim podemos dizer), além de que, o final guarda algumas surpresas interessantes, que evitam o anime de cair no clichê total e o ajudam a ser algo bem acima da média.


Depois de esclarecida a besteira...

NOTA: 6,0 - Apesar de todo hype e popularidade da personagem Taiga, Toradora! é uma boa comédia para se passar o fim de semana, mas não muito mais do que isso.


Thiago3T

"Comédia e drama básica, com personagens carismáticos"


Uma recordação...

Baseado na light novel (por que não lançam também aqui no Brasil?! Existem várias que são ótimas! Fica a revolta.) de Yuyuko Takemiya, Toradora! teve versão anime estreada no final de 2008, tornando-se um dos melhores durante o final do mesmo ano e início de 2009.

A história gira em torno dos alunos mais temidos do colégio. Ryuuju Takasu, tendo fama de delinqüente. E Taiga Aisaka, conhecida como “A Tigresa de Bolso”, o que é confirmado logo nos primeiros contatos com Ryuuji. Por descuido de Taiga, Ryuuji descobre que ela gosta de seu amigo, Yusaku Kitamura. E ela o força para ajudar. Em troca, Taiga o ajuda com um mesmo objetivo: fazer Ryuuji se declarar para Minori Kushieda. E como último elemento, é transferida ao colégio Ami Kawashima, modelo profissional, capa das mais famosas revistas. Sendo que todos tem que lidar com a sua fama, sendo a "Ami-chan" que todos adoram.

A relação entre os dois é divertida, sendo Ryuuji um eterno “pau mandado” de Taiga (alguém lembrou do Kyon?). E as confusões que os dois causam, para conseguir declarar ao seu amor, rendem vários momentos cômicos. Mas o interesse de um ajudar

Dentre as pessoas que conversei, maioria reclamou do final. Para mim, por ser um pouco diferente do que vimos em animes, ficou bom. O problema pode ser que Toradora! tenha dois finais. [spoiler] Quando Taiga e Ryuuji decidem fugir, poderia ter terminado aí. Só que cada tinha problemas familiares a resolver. Era necessário ter ainda essa parte, pois senão ficaria com buracos na trama. Simplesmente a vinda do pai de Taiga não teria tanto sentido.

Tigresa de Bolso, eu escolho você!

Os gráficos são bons, mostrando que a JC Staff é uma das melhores produtoras da atualidade. Destaque para as cenas de tensão e lutas, de como o traço fica mais rebuscado. O melhor exemplo está na luta entre Taiga e Sumire Kanou (a presidente do conselho estudantil), que é impressionante. Certamente uma das melhores partes do anime.

Minorin pode dizer que é uma das personagens mais “non-sense” atuais. Com suas atitudes, no mínimo, curiosas, faz lembrar um pouco de Kasuga “Osaka”. Boa parte vem do trabalho de Yui Horie, mostrando mais uma vez porque é uma das melhores seiyus.

Não conhecia o trabalho da Rie Kugimiya, embora que ela seja bem conhecida. Os animes que assisti não tinha ela como protagonista. E fiquei surpreso, por ser excelente como Taiga. Os momentos de séria e toda desajeitada fez a personagem ser uma das mais populares atualmente. Outra que desconhecia era Rie Tanaka. Embora que o personagem não seja principal (Yuri-sensei), consegue ser divertida. Principalmente com suas crises de mulher solteira beirando os trinta.

Outra mais conhecida é Ai Nonaka. Pena que a sua personagem (Maya Kihara) só aparece (um pouco) mais no final. Podia ser mais.

Somente Kitamura que não fez nada demais durante a história. Somente levar um belo pé na bunda, digno de “Fail Blog”. Na verdade, foram dois: de Taiga e Sumire. E sincero, o que era aquele cabelo loiro?!

Ami, isso é jeito de se vestir para uma apresentação no Festival do Colégio?
Nós, do KS, que não iremos contrariar, nee...

Das músicas, ambas OP's são ótimas. E os encerramentos, na voz de Yui Horie, são muito bons. Pena que fica somente nisso. Não vejo nenhum algo de surpreendente durante os episódios. Somente a música de natal que Taiga e Ami cantam. Ficou legal, além de ninguém esperar que a “tigresa de bolso” e a “chiuaua idiota” juntas, naquele momento.

Estava dando uma olhada em blogs de anime, e achei no Hontou ni Taihen desu um post sobre o anime, sendo o assunto negar o amor. A relação de Taiga e Minori se sacrificarem pelo bem da melhor amiga, à ponto de negarem os seus sentimentos por Ryuji. E também Ami, que observa os fatos como uma espectadora, deixando indiretas para tudo e todos, especialmente quando envolvia Ryuuji. Isso sabendo que nunca esteve no páreo.

Você pode achar uma besteira isso, mas que nunca ficou, no mínimo, com vergonha de dizer que gostava de alguém? Isso se consegue dizer. O diferencial de Toradora! foi justamente na construção dos sentimentos durante a trama. Tá certo que usou o velho clichê do protagonista homem ser desligado e inseguro com seus sentimentos, sendo necessário um empurrãozinho de seus amigos. Neste caso, também vale para a garota. Nos episódios finais você percebe com muita clareza. Outro também que você sabia desde o início, o final que a trama iria ter, o que desmerece um pouco.

E se você quer mais algum (bom) motivo para assistir, a light novel ganhou o prêmio de melhor comédia romântica no Light Novel Awards de 2007, e ficando entre as 10 melhores no Kono Light Novel ga Sugoi! (Esta light novel é incrível!): 6º em 2007, 4º em 2008, e 2º em 2009.

"In...In...Ink... Kotatsu Shinbun?!"


NOTAS

Traço: 4,0 - Bons, com destaque nas partes de clímax
Estória: 4,0 - Consegue te prender, por algo diferente que vemos nos animes, e muita comédia. Quando começa o drama...
Música e efeitos sonoros: 3,5 - Só as OP e ED salvam
Personagens: 4,2 - Bem caracterizados, consegue fazer que um trama clichê se renove. Mas qual é o papel do Kitamura?
Conjunto: 4,0 - Por lidar com um tema clichê, conseguiu passar bem dessa dificuldade.

NOTA FINAL: 3,94/5,0 - Destaque no ano passado, vale a pena conferir.


Carlírio Neto

"Humor, descontração e paixões: arquétipos de um
bom anime em ambiente escolar..."


O primeiro encontro?

O título Toradora! é um anime que se encaixa como sendo uma comedia romântica. Entretanto, e em vários momentos do anime, Toradora! acaba deixando o gênero citado mais de lado, abrigando-se em outras ramificações da animação japonesa onde, mesmo não havendo maestria no processo, há entusiasmo.

Esteja convidado à acompanhar as aventuras de um interessante grupo de personagens, começando pelo "apenas aparentemente delinqüente" Takasu Ryuuji. O rapaz é apenas taxado como delinqüente por causa de seu olhar malévolo, o que não representa quase nada de seu real comportamento. O contrário ocorre com a pequena porém forte Aisaka Taika, que graças ao seu temperamento e força totalmente desproporcional à sua fisionomia, e mais conhecida como "tigresa de bolso".

O que começou com um mal-entendido por parte da Taiga, que queria enviar uma carta de amor para um rapaz de nome Yusaku Kitamura ( que é amigo do Ryuuji ), acabou ganhando novos e interessantes horizontes. Em virtude desta paixão da Taiga, a mesma passa à unir forças com o Ryuuji, uma vez que o rapaz é apaixonado pela jovem Kushieda Minori, que é muito amiga da "tigresa de bolso". Uma sucessão de confusões e mal-entendidos passam à ocorrer como uma espécie de "efeito dominó".

Aliás, tais situações ficam ainda mais divertidas com a aparição de Kawashima Ami, uma espécie de pessoa com dupla personalidade ( ou apenas fingida, dependendo do contexto ). Ami adora irritar Taiga, e às vezes faz investidas no Ryuuji, o que irrita a "tigresa de bolso" por alguma razão ( um belo clichê básico tem aqui a sua transparência revelada ).

Momento de tensão...

Dadas as circunstâncias apresentadas, Toradora! é um anime que não esconde seu prosseguimento ( aliás, nem tenta fazê-lo ). As personalidades dos personagens citados, alinhados aos que aparecem na seqüência do anime, agregam muito na estória e no enredo do título. Basta mencionar a mãe do Ryuuji...

O ambiente escolar é o mais propício para a estória de Toradora! e, não muito distante disso, assistir à ingenuidade da Minori, ao sarcasmo da Ami, a revolta da Taiga, aos momentos de bobeira do Kitamura e aos momentos de seriedade do Ryuuji, trazem muita qualidade e belo trabalho feito nos personagens deste anime.

No ponto de vista técnico, o anime oscila um pouco. Ao mesmo tempo em que se podem notar cenários caprichados, com cores vivas e até alguns efeitos interessantes, o mesmo não pode ser aplicado à sua parte sonora. Excetuando os temas de abertura e de encerramento ( a Yui Horie é fantástica, para exclamar o mínimo ), os demais efeitos sonoros do anime são muito simplórios, mesmo ( e principalmente ) em uma comparação direta com outros títulos da J.C. Staff, como Shakugan no Shana.

Contudo, Toradora! é um anime de qualidade, apresentando uma boa dose de humor, mas que acaba pecando quando tenta se distanciar deste lado humorístico, para apresentar um pouco de drama. Ainda assim, consegue fugir da monotonia, podendo ser de seu apreço no final.

Onde algo assim já foi visto antes...

NOTA: 6,5 - É um ótimo anime, que pecou ao tentar sair de seu real enfoque.


*****

Personagens


Taiga Aisaka


Ryuuji Takasu


Minori Kushieda


Yusaku Kitamura


Ami Kawashima


Yasuko Takasu


Yuri Koigakubo


Maya Kihara


Hisamitsu Noto


Koji Haruta


Sumire Kano


Toradora OP 1 - Pre-Parade



Toradora ED 1 - Vanilla Sky



Toradora OP 2 - Silky Love



Toradora ED 2 - Orange



Imagens bônus:



Share this post
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

1 comentários

:) :-) :)) =)) :( :-( :(( :d :-d @-) :p :o :>) (o) [-( :-? (p) :-s (m) 8-) :-t :-b b-( :-# =p~ :-$ (b) (f) x-) (k) (h) (c) cheer

 
© Kotatsu Shinbun
Designed by BlogThietKe Cooperated with Duy Pham
Released under Creative Commons 3.0 CC BY-NC 3.0
Posts RSSComments RSS
Back to top